ao fim da noite
   
 
 

  Histórico

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 karina abramovich
 Beatriz Bajo
 Céline
 Richard Brautigan
 tom waits
 nelson magalhães filho
 glauco mattoso
 Ricardo Miyake
 juliana
 fabiana vajman
 nilto maciel
 val freitas
 tavinho paes
 literatura sem fronteiras




 

 
 

jazz para os intranqüilos
 
não espelho

 

não quero amar ninguém

com você por dentro.

 

algumas palavras cruas

ainda me doem as cáries

e os comprimidos vermelhos

da lua de fogo

foram retirados do mercado.

 

ficaram os caquinhos de estrelas

balbuciando versos quebrados

dentro da imagem da noite aflita

 

esse medo.

 

(todos sabem que perdi feio

logo no primeiro páreo

então não me diga nada

que possua asas).

 

apenas beberei cerveja choca

e fumarei filtros brancos

quando tudo ficar entre as quatro paredes

e só nós dois.

 

- claro que posso ser de gelo e não derreter.

 

então pousarei minhas mãos sem memória

no crespo dos cabelos

e farei chover

apagando o tempo.

 

serei um pouco de cada um de mim

e você poderá escolher o pedaço mais doce.

 

(agora que já não quero paz nenhuma

você pode rasgar todos os planos da eterna luz).

 

haverá sim no duplo negativo

de você e eu

essa tristeza vítrea

diante dos meus pensamentos

de homem líquido secando ao sol

 

essa certeza clara na sombra refletida

que não amarei ninguém

com você por dentro.

 



Escrito por jorge mendes às 00h54
[] [envie esta mensagem
] []


 

 
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]